Breve Introdução ao Departamento de Ciência de Computadores

Faculdade de Ciências da Universidade do Porto

Abril / 1997


O Departamento de Ciência de Computadores, adiante designado por DCC, foi criado em Março de 1996 com a entrada em vigor dos novos Estatutos da Faculdade de Ciências.

Objectivos

O DCC tem como objectivos o ensino graduado e post-graduado, as actividades de investigação e desenvolvimento, e actividades de extensão universitária, na área de Ciência de Computadores.

O termo "Ciência de Computadores" (CC) é aqui tomado como tradução do termo inglês "Computer Science" e na sua acepção mais geral de "ciência que estuda a construção e os métodos e técnicas de utilização de computadores" (o termo "Informática" é também empregue por vezes com este significado).

Temas específicos (segundo a classificação de assuntos da "ACM Computing Reviews", 1991) em que há competência no DCC são:

Antecedentes

O DCC é uma das unidades orgânicas da Faculdade criadas pelos estatutos publicados no Diário da República número 66, II série, em 18 de Março de 1996, e resulta das actividades desenvolvidas desde 1985 pelos docentes da área de Ciência de Computadores, as quais, por sua vez, têm origem em actividades de investigação realizadas no âmbito dos extintos Projecto PM2/II do Instituto de Alta Cultura, entre 1973 e 1975, e Centro de Informática da Universidade do Porto do Instituto Nacional de Investigação Científica, depois de 1975.

A formação de uma área de CC na Faculdade de Ciências (no âmbito do Grupo de Matemática Aplicada, GMA) foi levada a efeito através da entrada para esse Grupo de Miguel Filgueiras (Maio de 1985), Armando Matos (Setembro de 1985) e Luís Damas (Janeiro de 1987) como Professores Auxiliares. Estes docentes, provenientes respectivamente do Departamento de Engenharia Mecânica da FEUP, do Departamento de Engenharia Electrotécnica da FEUP, e do Grupo de Matemática Pura, propuseram a sua entrada no GMA para que fosse possível o lançamento na Universidade do Porto de uma licenciatura na área de CC. Outros docentes colaboraram activamente no desenvolvimento da área: Vítor Santos Costa e Fernando Silva (1985), Nelma Moreira (1986), Ana Paula Tomás e José Paulo Leal (1987), Luís Lopes (1991), Sabine Broda (1996).

A licenciatura em Matemática Aplicada (ramo de Ciência de Computadores) iniciou o seu funcionamento em 1985/86, e teve bastante sucesso em termos da qualidade quer dos candidatos a ela admitidos, quer dos seus licenciados. De referir que, imediatamente após a sua criação, as Universidades de Coimbra e do Minho lançaram licenciaturas de índole muito semelhante.

Actualmente, a Faculdade de Ciências, através do DCC, concede os graus de licenciado, de mestre e de doutor em Ciência de Computadores, e ainda, em colaboração com as Faculdades de Engenharia e de Economia, o de mestre em Inteligência Artificial e Computação.