Notas sobre PostgreSQL

SQL na linha de comando

O comando psql serve para ligação ao servidor de base de dados. Por defeito (sem darmos mais argumentos) tenta ligar-se ao servidor local, à base de dados com o nome do utilizador e usando o utilizador corrente para autenticação.
Fazer psql --help para as opções de ligação a outro servidor e com outro utilizador.

No nosso caso executaremos o comando:

     psql -h bd bd0506_<nome_grupo>
sendo:
  • <nome_grupo> o nome escolhido do grupo com um prefixo bd0506_(note-se o _).
  • -h para identificar a máquina onde corre o servidor de SGBD.
  • A password é a escolhida durante a criação do grupo. Em caso de esquecimento ver aqui.

Ajuda na linha de comando SQL

Fazendo \h temos a lista dos comandos SQL disponíveis e podemos fazer \h BEGIN para obtermos ajuda sobre o comando BEGIN.
Para auxílio dos comandos da própria shell SQL podemos fazer \? .

Datas e tempos

Para "retirar" valores das DATE e TIMESTAMP deve-se usar a função date_part

   date_part(parte,data_a_analizar)

onde:
  • o valor de retorno é do tipo double
  • parte - parte da data que queremos. alguns dos valores que pode tomar são:
    • day - dia do mês
    • month - mês
    • year - ano
    • dow - dia da semana
    • doy - dia do ano
    • week - semana do ano
    • hour - hora
    • minute - minutos
    • ...
  • data_a_analizar - valor a ser analisado

Ver capítulo 8.5 do manual do utilizador do Postgres para mais informação.