Notícias: Notícia

Maior competição de programação do mundo no Porto

A Universidade do Porto, foi selecionada para organizar a final mundial da edição 2019 do International Collegiate Programming Contest (ICPC), a maior, mais antiga e mais prestigiada competição de programação informática do mundo. 

 

Depois de mais de 400 eliminatórias realizadas em todo mundo, que contaram com a participação de 50.000 estudantes de informática provenientes de mais de 3.000 universidades de 111 países, a grande final do ICPC 2019 vai decorrer na Alfândega do Porto, de 31 de março a 5 de abril do próximo ano. Nessa altura, cerca de 500 estudantes de todo o mundo tentarão resolver cerca de uma dezena de problemas de programação baseados em cenários da vida real, com um único computador e um tempo limite para a sua resolução.

 

Numa competição que se prolonga ao longo de vários dias, será a equipa que resolver o maior número de problemas no menor número de tentativas e no menor tempo cumulativo que será declarada campeã do mundo. Na edição deste ano, organizada pela Universidade de Pequim, foi a equipa da Universidade Estatal de Moscovo a garantir o título de campeão mundial.

 

Com mais de 320.000 antigos participantes espalhados por todo o mundo, as finais do ICPC são transmitidas em direto para todo o mundo e seguidas por milhares de pessoas através da Internet. A cidade do Porto transformar-se-á por isso na “capital mundial” da programação informática durante o próximo ano.

 

Para acolher aquele que será um dos mais importantes eventos a decorrer em 2019 na cidade do Porto e que se realiza pela primeira vez em Portugal, a Universidade do Porto conta com o apoio da Câmara Municipal do Porto e da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte na organização da 43.ª edição da final mundial do International Collegiate Programming Contest.
 

O DCC e os seus docentes estão ativamente envolvidos na organização deste evento, com particular destaque para o Prof. Fernando Silva (neste momento o vice-reitor da Universidade) e o Prof. José Paulo Leal (autor do Mooshak, um sistema de avaliação automática de código e de gestão de concursos de programação).

 

Recorde-se que o DCC já organizou a prova regional europeia do sudoeste europeu (SWERC) por 5 vezes (2001, 2002, 2014, 2015, e 2016), que apura as equipas da nossa região para a final mundial. O SWERC engloba participantes das melhores universidades de Portugal, Espanha, França, Itália, Suiça e Israel. O DCC participa desde 1999 no SWERC e desde então foi por por 12 vezes a melhor instituição portuguesa em 19 edições. Mais do isso, é também de uma equipa do DCC o melhor lugar de sempre num SWERC, o 2º lugar alcançado em 1999.

 

Sobre o ICPC

 

O ICPC tem suas raízes no ano de 1970, quando a primeira competição foi organizada por pioneiros da International Honor Society for the Computing and Information Disciplines. A iniciativa rapidamente foi replicada nos Estados Unidos e no Canadá como um programa inovador para aumentar a ambição, a capacidade de solução de problemas e as oportunidades dos melhores estudantes no campo da computação.

 

Com o passar do tempo, o concurso evoluiu para uma competição de múltiplos níveis com o primeiro campeonato a ser organizado em 1977. Desde então, o concurso expandiu-se para uma colaboração mundial de universidades que recebem competições regionais que promovem equipas para a fase final do campeonato mundial, o ICPC World Finals, que em 2019 vai decorrer na cidade do Porto.

 

Esta é a principal competição de programação global conduzida por e para as universidades dos cinco continentes. O ICPC é afiliado à Fundação ICPC e está sediado na Baylor University (EUA).

 

 

- Para saber mais: https://icpc.baylor.edu/